Blog Widget by LinkWithin

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009



















Deixai que os fatos sejam fatos naturalmente
sem que sejam forjados para acontecer.
Deixai que os olhos vejam os pequenos detalhes.
Lentamente deixai que as coisas que lhe circundam
estejam sempre inertes como móveis
Inofensivos para lhe servir quando for preciso
e nunca lhe causar danos,
sejam eles morais físicos ou psicológicos.
(Corpo de Lama - Science/Nação)






Let's play that



*** Funny t-shirt.


Wir richten Antennen ins Firmament
Empfaengen die Tone die Niemand kennt


Es Strahlen die Sender Bild Ton und Wort
Elektromagnetisch an jeden Ort



Radio Sender und Hoerer sind wir
Spielen im Aether das Wellenklavier


:::
Ao som de Kraftwerk - Antenna.

Tinta de tecido e aplicações na babylook M.
Nada melhor que uma festa no tecido, uma noite agitada,

com vaquinhas cantarolando, sapinhos flertando, bananas felizes e joaninhas com suas trouxas
indo embora serenas, para algum lugar...



quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

See across the field
See the sky ripped open
See the rain comin' through the gapin' wound
Howlin' the women and children
(Bullet The Blue Sky - U2)


Foto do incrível pôr-do-sol pós chuva em São Paulo, Susana aprecia a bela paisagem vertical.
(segundo o comentário dela mesma, (abre aspas) Bem fálico (Fecha aspas))

Eu que achava que carnaval na capital paulista não seria em nada interessante. Afinal, esses "goiano do pé rachado", acostumados á pular carnaval em Goiás Velho, Pirenópolis e as cidadezinhas do interior,
querem mais é sair na rua, na muvuca, no frevo... Achei errado.
Me encantei já na manhã de sábado pelos bonecos gigantes na estação da Luz. A movimentação contida e simples que se deu aos arredores foi contagiante. Eu que estava na Pinacoteca, não pude evitar dos pés darem sinais, discretamente, de samba e fui pra rua!
De lá, escambei até a praça Benedito Calixto, para expor as camisetas. Surpresa! O carnaval me perseguia. O carnaval perseguia São Paulo, meu Deus! Mesmo na garoa, um "mini-bloco" formado por amigos de um grupo de teatro "estacionou" na praça e começou a folia.
Sophia, não resistiu. Não conhecia ninguém, entrei de gaiato para o Bloco do João, onde
a marchinha era: " João era um tarado
tarado pelo carnaval..."

Quando dei por mim, já tinha encontrado conterrâneos goianos e vizinhos candangos, tropeçando na Alves. Eu não sabia e eles me alertaram: " Ó, 20h sái outro bloco daqui, tradicional! O Bloco
Vai quem Qué!". Terminada a feira da Benedito, é hora de ir quem quiser. Uns gringos diziam num português enrolado: "Amo o Brasil, na minha terra não tem isso! Quero suingue!" e tocavam pandeiro! Que interação!!! Uma multidão de gente, andando, suado, colado, na colorido do carnaval, cantando todos os clássicos das marchinhas
até algumas músicas carnavalescas atuais!
Falo desse dia com tanta empolgação porque me atentei para vários detalhes, íntimos.
Como por exemplo, o fato deu me orgulhar em ser brasileira e os sorrisos vibrantes de carnaval.

Dizem que o ano realmente começa pós ziriguidum-tico-tico-páskicudum-tumdum...


terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

"Ó abre alas que eu quero passar
Ó abre alas que eu quero passar
Eu sou da lira não posso negar"

"Diga espelho meu
Se há na avenida alguém mais feliz que eu
Diga espelho meu
Se há na avenida alguém mais feliz que eu"

"Olha a cabeleira do zezé
Será que ele é
Será que ele é!"


Hoje a noite foi toda assim na Av. Consolação em São Paulo. Blocos de carnaval e as marchinhas.
Me lembro de quando fazia o primário e sempre tinham os bailes na escola!
O Carnaval vem chegando! O bloco colorido, cheio de alegria! Ainda passo um carnaval em Pernambuco, Ouxi se passo...


________________________________________________________________

Bom, depois de dias sem entrar no e-mail, várias surpresas!

A primeira delas é uma série de gravuras que a Biblioteca Nacional da França (BNF) tem,
realizadas em 1910, que retratam o que seria a vida no ano de 2000!
Cada gravura interessantísima, desde de "Os sapatos terem motor" e "Os barbeiros serem robôs" . Vale muito à pena conferir!


A segunda é sobre o filme "Coraline" que estreiou dia 06 nos cinemas, um clássico baseado no livro de Neil Gaiman, dirigido por Henry Selick, mesmo diretor de Nightmare Before Christmans e James and Giant Peach!!! Dá pra imaginar no quão bom ele é, né!
Veja o trailer!


A terceira é sobre o Fórum da Palestina no Yahoo Grupos. Grupo de discussões sobre a situação Palestina, Palestinos no Brasil, reportagens, textos, vídeos, e fotos fabulosas como essas aqui:

































Á direita, um dos desenhos que fiz no caderno de Sketch, com giz pastel oleoso, na última invasão de Israel contra á Faixa de Gaza. Para conferir outros, só acessar o Flickr.
Liberation of Palestine is a scared duty!



[[ Ah, e não pensem que me esqueci sobre o link da Lista de discussão de Tipografia e Caligrafia, é só se inscrever e começar a diversão! ]]

Hasta!

-

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Hola Chicos!

Mais uma camiseta feita aqui em São Paulo.
Essa foi naquele estilo espontâneidade total. Fui acrescentando o decalque, fazendo a moçinha, jogando a tinta e depois aplicando stencil.
A camiseta é feminina - tamanho M, a malha super gostosinha de lycra. E a cor é bege.
Interessado(a) em comprá-la, só entrar em contato por meu e-mail. [[sophiaxpinheiro@gmail.com]]


Frente da camiseta:

















Costas da camiseta:



















::: Para mais, acesse meu Flickr e confira mais artes!

Bessos!

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Olá pessoas!

Uma das minhas primeiras camisetas que fiz aqui em São Paulo, vendi para a esposa
do Montalvo, a Mônica, no Bistecão Ilustrado. Eita casal bacana! Super simpáticos!
Logo, logo, coloco uma foto da camiseta. Mas hoje vocês ficam com a segunda delas, que foi baseada num trocadilho com a palavra Sketch. O tamanho da camsieta é M, sua cor é azul bebê, como dizem. Interessado em comprá-la, só entrar em contato por meu e-mail. [[sophiaxpinheiro@gmail.com]]
Ela já virou meu chodózinho! E a arte da mulher atrás vem com um detalhe no cabelo que é uma flor de crochê:

I'M A SKETCH. I'M NOT SKETCH.
















I'm a Sketch - detalhe da frente á direita.
I'm not Sketch - detalhe das costas á esquerda.



Por que o grotesco não pode ser a arte final?



-



Mais testes no caderno de sketch.
Como sempre, nada finalizado.
Olho no Copan... testes de caligrafia com nanquim... Estou gostando de alguns dos meus traços
nas tipos, quero estudar mais!
Grande surpresa a minha ao chegar em SP e ver como a tipografia é linda aqui,
as pixações, super peculiares, todas diferentes em cada canto da cidade mas sem perder a identidade em cada uma. Os símbolos das escritas daqui, é diferente dos símbolos utilizados
pelos pixadores de Goiânia, por exemplo, e em cada "grupo" ela também se altera.
Acho super interessante essa forma de "diálogo", esse fator social explícito em cada ícone.
Quem retrata isso muito bem, dentre tantas outros grupos, é a Família Baglione. A tipo da rua, coisa linda de ver!
Cada coisa interessante na área de tipo aqui, tem a Oficina Tipográfica de São Paulo, com a super-bacana revista Tupigrafia, aliados com a galera da Tipocracia - ah! Assim que tiver mais tempo, colo um link para acessar o tópico de discussões da ]t[.
É cada descoberta e novidade que me deixa maluca! Com vontade de fazer tudo ao mesmo tempo!



http://ilovetypography.com/
Type Lovers, uni-vos!
tenho alguns links bem bacanas sobre tipografia, logo mais posto aqui. Vale ressaltar
o Blog La Grafia, do tipógrafo Claudio Gil que também faz parte do estúdio Marimbondo com o Renato Alarcão. (todos os links vide na minha barra de favoritos).





terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Mi Casa és Tu Casa

Sorria, Sophia?

Nada mais é que um "nome", uma pequena "marca" para as camsietas que customizo.
Não só cadernos de sketchs, folhas de papéis enquanto falo ao telefone, folhas avulsas,
me servem como rascunhos. O pano, as camisetas me saem como os papéis. Na maioria das vezes,
vou desenhado, criando, fruindo, ao acaso, ao experimentalismo...
Claro que, sempre se fica um pouco privado já que tenho clientes, e publicos destinados,
não posso deixar o monstro da euforia agir muito. Além do que, roupas têm que ser confortáveis e laváveis.
Camisetas exclusivas, feitas à mão, como nos tempos antigos, que namorados andavam de mãos dadas retraídos. Vamo que vaaaaamo! Camisetas, design, ilustrações, de tudo um pouco aqui nesse pequeno espaço.


Olá a todos que passam aqui!
Sejam Bem-vindos. Bom, vamos começar o blog, né?

Ainda não sei usufruir de todos seus apetrechos, mas vamos que vamos! Essa arte aí foi feita sob o caderno de sketch que aprendi a fazer no
Workshop Diário Gráfico , ministrado por Renato Alarcão (http://www.renatoalarcao.com.br/). Aí tem spray em stencil, pedaço de monotipia e tinta. Procurando idéias para fazer o layout do blog, me deparei nessa página e meti bronca no Sorria, Sophia! com hidrocor.

::: Para ver como ficou o caderno todo e outros trabalhos:
http://www.flickr.com/photos/sophia-pin/

Até a próxima!!!