Blog Widget by LinkWithin

domingo, 17 de maio de 2009

Um dedo de prosa...

depois de 5 dias infernais para a entrega de um projeto (claro, o mau das pessoas semcritériodeorganizaçãoeresponsavilidadequeentregamtudodeúltimahora). Acordando 7:30 da manhã, indo dormir às 02h, comendo porcaria - paladar infantil - lendo tudo e mais um pouco, digitando, digitando e eis que... o prazo para entrega do projeto é adiado!
ironia, não? adoro ironias.

v
oltando ao projeto que ficou bacaninha (depois de uma tomada no cu bem gostosa - dada por um professor - por eu ser utópica demais. porém é unânime, tomadas no cu sempre nos fortalecem e nos fazem não querer errar de novo para não sentir aquela dorzinha desagradável... o deixei digamos, mais realista). o projeto consiste na utilização da camisetas como suporte de arte e como meio de expressão.

relato a utilização da roupa como "uma segunda pele", camuflando o corpo, símbolo de desejo e vergonha, até o fato dela consistir em mais que um mero acessório onde há quem veja na forma de se vestir de um indivíduo, contextualizado na sociedade, marcas flagrantes da personalidade, revelando assim o eu interior.


e
nveredo pelo instigante caminho da história da camsita que, sinceramente, é fascinante!
seu surgimento na década de 50 como ícone rebelde, o movimento de colocar para fora o que se usa por dentro – externalizar – exibir uma peça “íntima” (já que ela era comumente usada por baixo de outras peças) como forma de transgredir visualmente.

sua utilização como suporte para arte, sua relação com a mesma e sua possível transformação em obra de arte. sua relação com o design: como um veículo atemporal, e de exercer sua maleável matéria para ele.



(( O tema talvez seja recorrente, mas deve ser analisado e enfatizado, afinal
já não é possível pensarmos em campos estanques e limitados na vida.
Por que pensaríamos em campos estanques e limitados na arte? ))

____________________________________________________



Por falar em questões acadêmicas . . .

Ministrei quinta-feira passada, na faculdade, minha primeira oficina de encadernação! Foi super divertida!!! Gostei muito, me utilizei de todos os ensinamentos aprendidos com Renato Alarcão no workshop Diário Gráfico.
Foram tímidos 4 alunos da minha turma, mas que fizeram lindos cadernos!




.

.

.



___________________


Alô!Dicas!

lindas e delicadas!



- Essa veio pelo Yahoo Grupos do Diário Gráfico (extremamente sutil, lindo!)





- Dando uma olhadela no site da Galeria Choque Cultural, eis que me deparo com um artista até então desconhecido para mim, o incrível Stephan Doitschinoff ! Em 2006, após uma residência artística na Inglaterra, ele concretizou o que é sonho para muitos artistas. Em Lençóis, cidade baiana de 10 mil habitantes, a 410 quilômetros de Salvador, montou estúdio no alto de um morro e começou o plano de invasão que durou até dezembro do ano passado.

Confira o livro dessa saga e se delicie: http://www.stephandoit.com.br/



- E por fim, um lembrete para nunca deixarmos de ser filhas da puta:

http://www.malvados.com.br/ ( HAHAHAHAHA, gargalhadas maquiavélicas para vocês!!!)



SEE YA!


Nenhum comentário:

Postar um comentário